Tamanho do texto
Navio Gigante

Chegada de navio gigante dá início à nova fase do Porto de Imbituba

Ao atracar no Porto de Imbituba nesta terça-feira, 5, o navio Cap San Juan, com 331 metros de comprimento, deu início a uma nova fase do desenvolvimento econômico da região. Esta foi a primeira escala no porto de uma nova rota de navios gigantes vindos da Ásia, transportando contêineres para atender aos maiores mercados do mundo. A partir de agora, a cada semana um navio chegará a Imbituba dentro da nova linha comercial.

O governador Raimundo Colombo e a direção do Porto de Imbituba acompanharam a operação desta terça, junto a autoridades da região. “O porto já vem apresentando resultados extraordinários e agora passamos a contar com essa nova linha que vai trazer um ganho extraordinário. O Estado fica ainda mais competitivo e o Porto de Imbituba se consolida como o porto que mais vai crescer no Brasil”, avaliou Colombo.

linha-asia-019

“É um verdadeiro divisor de águas. Essa nova linha vai colocar o porto em uma posição diferenciada e garantir competitividade para atrair outras linhas para diferentes regiões”, acrescentou o presidente do Porto de Imbituba, Rogério Pupo.

Ao visitar as instalações do navio, o governador e o comandante Fandrich Florian trocaram homenagens diante da importância da nova linha tanto para o Estado quanto para as empresas envolvidas.

governador_navio_scpar

Serão 13 navios se revezando na nova linha, sendo que o trajeto completo demora cerca de 90 dias, saindo de Busan, na Coreia do Sul, e passando por países como China, Singapura, Malásia, Argentina e Uruguai, além do Brasil, antes de retornar para Coreia do Sul. Cinco empresas armadoras vão operar na linha de longo curso: Hamburg Sud, Hapag-Lloyd, Hyundai, NYK e ZIM.

No total, são 19 portos atendidos pela rota comercial. Em Santa Catarina, os navios atracarão em Imbituba, no Sul do Estado, e também em Itapoá, no Norte. Ainda nesta terça, o Cap San Juan deixaria Imbituba rumo a Itapoá, de onde parte nesta quarta-feira para continuar a rota. Entre os embarques feitos em Imbituba, estão cargas de produtos como couro, madeira, cerâmica e proteína animal.

Administrado pela SCPar Porto de Imbituba, subsidiária da SC Participações e Parcerias, do Governo do Estado, o Porto de Imbituba entrou na escala diante de suas tarifas competitivas e da profundidade de acesso marítimo, a maior entre os portos públicos do Sul do país e uma das maiores do Brasil, com destaque para dois berços de atracação com 15 metros.

O diretor presidente da SC Par, Gabriel Ribeiro Vieira, explica que a capacidade do Porto de Imbituba é para receber até 500 mil TEUs (unidade correspondente a um contêiner de 20 pés) por ano e a expectativa da administração é que apenas a nova linha movimente cerca de 70 mil TEU por ano.
Desde que passou a ser administrado pelo Governo do Estado, em 2012, o Porto de Imbituba tem apresentado crescimento expressivo. O resultado de 2016 ficou marcado pelo maior índice de movimentação desde o início de suas operações. Ao longo do ano passado, o porto movimentou 4.803.186 toneladas, um crescimento de mais de 40% em relação ao desempenho de 2015.

O governador Colombo aproveitou a ocasião para parabenizar toda a equipe do porto. “Temos aqui um grupo técnico, profissional e eficiente”, destacou.

Alexandre Lenzi
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado de Comunicação – Secom